A real importância do Facebook – Coluna Cidadania .com

Pocket

Desde a genial ideia de Mark Zuckerberg com a preciosa colaboração do brasileiro Eduardo Saverin, não somos mais os mesmos. Aliás, o mundo não é mais o mesmo.

De panelaços na Argentina, grandes manifestações no Oriente Médio e com profundas transformações em países como no caso do Egito, até chegarmos em São Paulo, Rio de Janeiro, com a surpreendente mobilização contra o abuso das empresas de ônibus, tudo isso, teve a decisiva colaboração do “Face”.

Faz tempo que esta poderosa rede social deixou de ser espaço apenas, para troca de recadinhos do coração e mensagens de amor. Agora, a juventude que quer mudar o mundo, define estratégias e pontos de encontro também pelas redes socias, e principalmente pelo Facebook. Que, pode-se dizer, é uma rede mais do que social, é uma Rede de Colaboração.

E como Escada também é Brasil, já estamos aprendendo a tirar proveito dessa poderosa ferramenta em favor da CIDADANIA.

Exatamente duas Audiências Públicas(fato inédito em nossa cidade!) foram realizadas em função das mobilizações e denúncias feitas pela internet: a da Borborema, e agora a pouco, sobre Segurança Pública.

Claro que os resultados são lentos, graduais. Porém bem mais rápidos que no passado, estamos na velocidade da web, cobrando nossos direitos e aos poucos, “nós e o Face”, estaremos inaugurando um novo tempo: o da Cidadania 2.0! Você não pode ficar de fora!!!

Comentários do Facebook

3 respostas
  1. Alison Henrique
    Alison Henrique says:

    É verdade, hoje temos uma rede social que está ajudando à educação”o Facebook”. E tem nos ajudado muito a melhorar nossa cidade através de publicações.

    Responder
  2. pablo
    pablo says:

    o Facebook não e só pra bate papos, você aprende coisa fica sabendo de coisas importantes e tem jeitos melhores de ajudar a cidades ou ate mesmo nossa educação com postagem link outros. postar ideias novas, defini pontos de estrategia pra encontros sociais como os protestos que aconteceram recentemente…

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *